transformação cruel

Publicado por: herege em 12/04/2019
Categoria: Exibicionismo
Leituras: 173 / Votos: 0 / Comentários: 0
Após seis meses Marli Funada finalmente fora encontrada, por seu marido Yro funada com a paciencia peculiar dos orientais.ele não medira esforços em sua busca, e finalmente fora recompensado , estava frente a frente com sua esposa , um silencio profundo entre ambos e como um filme as lembranças . desde que chegaram no japao a cinco anos os dois se empenhavam numa luta diaria para fazerem um pe de meia e retornarem ao brasil para construir seus sonhos . mas aquele bilhete dizendo MAO ME PROCURE MAIS simplesmente sem nenhuma explicaçao fora tudo que sobrara de todos os sonhos que eram sonhados por ambos. PORQUE murmurou Yro, Marli Funada cabisbaixa esfregava as maos e contou a mais estranha historia que Yro funada já ouvira em sua vida. EU MUDEI NÃO E CULPA MINHA EU JURO EU NUNCA QUIS QUE ISTO ACONTECESSE . MAS FUI INDUZIDA A SER UMA PERVERTIDA CRIARAM OUTRA PESSOA DENTRO DO MEU CORPO HOJE SOU UMA MASOQUISTA UMA EXBICIONISTA QUE ADORA DUPLA PENETRAÇAO SOU LOUCA POR ANAL E DELIRO DE PRASER QUANDO PRATICO BONDAGE GOZO SO DE SER AMARRADA VA EMBORA EU NÃO SIRVO MAIS PARA VC. Num ímpeto yro saltou sobre ela mas foi prontamente contido por dois guardas costas que rapidamente o imobilizaram. SEJA BEM VINDO SENHOR FUNADA SOU SENJI YAMATO E SUA ESPOSA ME PERTENCE A CULPA E SUA QUE SO PENSAVA EM CONQUISTAR DINHEIRO E EIAVA ELA MUITO CARENTE COM PERSUAÇAO CONSEGUIMOS TRANSFORMA-LA NUMA AUTENTICA GUEIXA E MUITO RARO TREINAR UMA MULHER DE TRINTA ANOS E CONSEGUIR EXITO MAS ELA E FORA DO COMUM E VOCE NÃO CONSEGUIU ENXERGAR ISTO MAS VOU TE DAR A CHANCHE DE VE-LA EM AÇAO. SENHOR KANO MANDE PREPARAR A SALA DE JOGOS. Senji Yamato dono do imperio da prostituiçao numa area da cidade tinha em seu poder marli funada mais uma escrava sexual do seu vasto harem.o castelo dos prazeres e um dos teatros do senhor yamato onde há exbiçoes sexuais de todos os tipos , para deleite de um bando de sadicos tarados e pervertidos que adoram assistir estes tipos de espetaculos. Kano um dos aceclas do senhor yamato convocou treis homens para o show que seria mostrado ao senhor yro funada. Que sentado no lugar de honra viu sua esposa entrar naquele palco ,já totalmente nua os seios enormes estavam adornados com duas argolas uma em cada bico estumecidos duros pontudos uma fina corrente dourada adornava sua cintura um outro pircing no umbigo e mais duas pequenas argolas nos grandes labios da buceta totalmente depilada. Os longos cabelos negros cobriam uma tatuagem na nuca que determinava ser ela propriedade do senhor yamato. As cordas eram trespassadas por sobre seu corpo as pernas atadas sobre as coxas braços amarrados nas costas dois cordoes passados nas pequenas argolas abriam sua buceta ficando presos entre as cordas que prendiam suas coxas marli foi suspensa ficando flutuando a certa altura na horizontal mamando o cassete que estava a sua frente sendo estimulada com os dedos dos outros dois que eram punhetados habilidosamente por ela .foram dois ou treis minutos de estimulaçao e marli se contorcia gemendo deixando sua seiva umedecer os dedos que a penetravam logo seus sucos pingavam fartamente e os dedos dos machos se revesavam ora no cu ora na buceta dela o idioma que sempre fora um poblema para ela era ouvido entre gemidos num bom som FODAM MINHA BUNDA FODAM MINHA BUCETA GOZEM MUITO NA MINHA BOCA ADORO ISTO ME COMAM MUITO ADORO SER DUPLAMENTE PENETRADA.petrificado yro ouvia dos labios da sua esposa toda esta vulgaridade e logo marli estava sentada na pica de um deles tendo-a toda atolada no rabo pela frente outro arrombava sua buceta soluçando de tesao marli mamava no outro falo seus gritos e gemidos eram luxuriosos cheios de tezao como se a cada estocada ela gozasse loucamente seu rosto demonstrava todo prazer que ela sentia e seu choro era de prazer era insano Marli era a figura da perverssao louca desvairada Marli sentia os mais profundos orgasmos yamato tinha razão ela era fora do comum e yro funada sabia Ali que perdera sua esposa para sempre aquela era outra Marli funada


Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse conto